Michael J. Fox

A academia de cinema norte-americana anunciou esta quarta-feira que decidiu atribuir o Óscar Humanitário Jean Hersholt ao ator Michael J. Fox, e os Óscares Honorários à compositora Diane Warren e aos realizadores Euzhan Palcy e Peter Weir.

As quatro estatuetas dos Óscares vão ser entregues na 13.ª edição dos Prémios Governadores, em 19 de novembro de 2022, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

“O Conselho de Governadores da Academia tem a honra de reconhecer quatro personalidades que fizeram contribuições indeléveis ao cinema e ao mundo em geral”, disse o presidente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, David Rubin, citado em comunicado.

David Rubin recordou a “defesa incansável” de Michael J. Fox da investigação da doença de Parkinson, exemplificando “o impacto de uma pessoa em mudar o futuro de milhões”.

“Euzhan Palcy é uma cineasta pioneira cujo significado inovador no cinema internacional está cimentado na história do cinema. A música e as letras de Diane Warren ampliaram o impacto emocional de inúmeros filmes e inspiraram gerações de artistas musicais. Peter Weir é um realizador de habilidade e talento consumados, cujo trabalho nos lembra o poder do filme de revelar toda a gama da experiência humana”, acrescentou.

Michael J. Fox ganhou fama ao interpretar Alex P. Keaton na sitcom “Quem Sai aos Seus”, de 1982. Os seus filmes de sucesso abrangem os da saga “Regresso ao Futuro” e os “O Segredo do Meu Sucesso”, “Corações de Aço”, “Doutor Sarilhos” e “Uma Noite com o Presidente”.

Leave a Reply